Credenciamento de docentes

Norma geral da UFES (Credenciamento e Recredenciamento de Docentes):Os docentes dos Programas de Pós-graduação devem produzir trabalhos científicos e tecnológicos de valor comprovado de acordo com os critérios estabelecidos pelos órgãos internos e externos de acompanhamento e avaliação da Pós-graduação.
Os docentes devem estar cadastrados na Plataforma Lattes do CNPq e devem manter seu Currículo Lattes atualizado, informando sua produção científica e tecnológica no mínimo duas vezes por ano (até 30 de junho e até 31 de dezembro).
Os docentes de Programas de Pós-graduação são classificados em duas categorias: Professores Permanentes e Professores Colaboradores.
Após a criação do Programa de Pós-graduação, a inclusão, o desligamento e a categorização dos professores que fazem parte do corpo docente deverão ser aprovadas pelo Colegiado Acadêmico respectivo.
Os critérios de permanência e categorização dos docentes deverão ser estabelecidos no Regimento Interno de cada Programa, levando em consideração as diretrizes de sua área de avaliação da CAPES.
A categorização dos docentes se dará anualmente.
O ato de solicitação de adesão de um docente a um Programa de Pós-graduação será formalizado pelo preenchimento do Termo de Concordância para “Participação em Curso de Pós-graduação” previsto nos Anexos I e II do Regulamento Geral de Pós-Graduação.

Norma do Programa para o Credenciamento e Recredenciamento de Docentes:

Serão considerados aptos a um novo credenciamento, como Professores Permanentes, todos doutores (ou equivalentes) do PPGFis que atendam um dos critérios abaixo descritos:

1° - Tenha produzido, pelo menos, seis artigos científicos, durante seis anos anteriores, em nome da UFES. Esses artigos devem ter sido publicados ou aceitos em revistas indexadas e indicadas pela CAPES com Qualis A e/ou B (conforme definição do comitê da área de Física da CAPES), ou revistas que apresentem parâmetro de impacto maior ou igual a um (PI > = 1).

2° - Os bolsistas de Produtividade em Pesquisa do CNPq, que tiverem suas bolsas vigentes dentro do período de avaliação para credenciamento no Programa.

Serão descredenciados como Professores Permanentes do Programa de Pós-Graduação em Física aqueles que não atendam aos critérios supra citados. No caso do descredenciamento de um membro do Programa, este passa a qualidade de Colaborador do Programa, desde que não ultrapasse o limite de 30% do quadro Permanente do Programa. O credenciamento de novos Membros pelo PPGFis deve respeitar um período mínimo de 36 meses da contratação pelo o Departamento de Física da UFES e feito mediante análise das orientações de Iniciação Científica (pelo menos, duas no triênio), sua contribuição dentro do PPGFis (Coorientadores de doutorado) e sua publicação científica no triênio anterior da Avaliação da CAPES, com uma média de um artigo Qualis A ou B por ano, publicado com nome do Departamento de Física (conforme definição do comitê da área de Astronomia/Física da CAPES).

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910